Seguidores

domingo, 13 de novembro de 2016

Pousou em meu olhar



Um dia, em meus olhos, pousou
Um penetrante e cortante olhar.
Uma investida visual que marcou...!
Por esse amor, muito tive que esperar...!

Um dia, com as amarras soltas,
finalmente, pudemos corporificar
O amor que nascia, havia escoltas
como sombras, a alguém delatar

a minha maior riqueza, tê-lo
como o meu grande e único amor.
Por ele, era imenso o desvelo
que transbordava do meu interior.

As sombras entraram em ação,
assumiram a posição de vigilantes
a interferir naquele inseguro coração,
o amor perdeu a força, era verdadeiro não...!

Fiquei à deriva, para me recompor
revirei meu ego ferido, fui em frente.
Se na vida terrena, ao meu dispor
tenho apenas minh’a lma, evidentemente

não poderia eu, jamais insistir e sofrer
por um inconsistente amor que ignorou
a intensidade do meu real querer,
e, em busca do ouro sua felicidade buscou...!

dinapoetisadapaz