Seguidores

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Vida Louca


Um dia mamãe me falou
Meu filho tenha cuidado
Esse mundo é um perigo,
Não ande tão descuidado
Se errar, não lhe abrigo,
Vida louca dá sol quadrado

-Mamãe, não temo o perigo,
Sou rebelde e sou fugaz
Não se preocupe comigo.
Sou da guerra e da paz
Tenho parceiros e abrigo.
A vida louca me apraz!

Se estou certo ou errado
É conceito meu, e dai?
No caminho mal trilhado
Vou seguindo , se cair
É problema do azarado
Louca, vida louca, que vivi

Não dou bolas pro azar,
Vou viver como escolhi
Remoendo o meu penar
Só porque não lhe ouvi
Meu pecado vou pagar
Pela vida louca que vivi

Que Deus esteja sempre contigo
Tomara que não se engane
Ao trocar a família por amigos
Meu coração vive  uma pane
Pois vejo que já tens inimigos.
Se cuide! Meu amor por ti, é imane.


19 comentários:

  1. Triste quando apesar dos avisos e alertas insistem em arrincar outros caminhos..LINDA POESIA! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. O coração sofre quando aquele que amamos decide se enveredar por caminhos tortuosos e muitas vezes sem volta, sem chance para o arrependimento
    Belíssima poesia querida Diná
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Diná!
    Por mais alertas, mais é a vontade do risco! Mesmo assim, alertar é muito mais que um desencargo de consciência. Como dizem "Quem ama, cuida!".
    Beijus no coração!!

    ResponderExcluir
  4. Amar os filhos também passa por deixá-los voar em liberdade, fazer disparates.
    Eu sei que custa muito.
    Mas tem que ser assim.
    Bfds

    ResponderExcluir
  5. Que linda poesia!
    Não é fácil soltar nossos filhos, mas é assim que a vida funciona. O que nos resta é a certeza que desempenhamos nosso papel corretamente.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  6. Conselho de mãe, esse... precisa ser ouvido... pois é carregado de tanto amor... mas, nem sempre é ouvido e aí, aprende-se também, e muitas vezes pela dor...
    Belo poema, amiga e que bom que você está melhor.
    Bom final de semana, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  7. Os conselhos de mãe são sempre sábios Diná!
    Lindo poetar.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. As Lições da nossa Mãe
    São para serem seguidas.
    Há amigos, ou ninguém,
    Em tantas Vidas perdidas
    Que tomaram com desdém
    As palavras proferidas.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga saber ouvir é um dom ao alcance dos humildes ,pois quando não escuta certamente se dará mal ,pois ai o tempo tempo é soberano ,maravilhosa partilha ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderExcluir
  10. Lindo,Diná!

    Seus seguidores também não aparecem.Com o mesmo erro que no meu!

    E pensei que fosse só comigo.Muitos que visitei estão assim.

    E o google nada resolve!

    Beijos sabor carinho e um sábado de bênçãos

    Donetzka

    ResponderExcluir
  11. Muitos sábios conselhos, mas quase ninguém consegue ouvir !
    Seguir caminhos e depois se arrepender, é quase sempre !
    Querida diná, você sempre carinhosa e atenciosa comigo, melhorou de saúde ? Espero que sim. Que tudo de bom aconteça.
    Pois é o RJ está assim, como várias capitais, violenta mas ainda suas belas paisagens camuflam essa aparência. Tenho esperanças de dias melhores.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpe, comentei com o perfil do antigo blog

      bjs

      Excluir
  12. Boa Tarde, amiga Diná!!!
    Linda poesia, o amor de mãe é mesmo assim, falamos mesmo sabendo que não somos ouvidas. Que Deus abençoe nossos filhos no bom caminho.
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  13. Na ignorância e ingenuidade da vida, tudo se supõe ultrapassar. Mas a sabedoria de mãe devemos menosprezar. Mãe tem sempre razão...- dizia minha filha quando jovem.( nem sempre...)
    Beijinho

    ResponderExcluir
  14. Olá querida Diná! Esse poema deixa uma grande lição. Os pais só querem o bem dos filhos, se todos dessem ouvidos seriam mais felizes. Abraços, um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. Educar quando na idade certa ou quando pedem, sim. Porém chegam a uma idade que é bom pensarmos, pois devem seguir seus caminhos sem a nossa interferência, a não ser que peçam. Estou com o comentário de Pedro Coimbra. Disse tudo em poucas palavras.
    Beijo, amiga!
    Ótimo poema!

    ResponderExcluir
  16. Boa noite amigos e amigas,
    Deixo meu carinho e agradecimento a cada um que aqui passou , apreciou e comentou, são esses gestos que fortalece a nossa caminhada dia a dia pela blogosfera. É por demais gratificante e importante a sua visita.

    Tenham todos uma feliz e abençoada semana.

    Bjss!!

    ResponderExcluir
  17. Conselhos de mãe são sábios e preciosos!
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  18. E assim conhecemos muitos pelos caminhos da vida desgregados e falidos de amor e de vida, por não se importarem com os conselhos de quem só deseja o bem.
    Inspiração terna e ótima construção Diná.
    Bjs

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!