Seguidores

domingo, 16 de julho de 2017

Amor e ódio



Quando o amor
fica macabro,
os chulos adjetivos
soam com freqüência,
as palavras ternas
caem no desuso,
o distanciamento logo
faz-se presente na vida do casal.

Já não há mais devaneios
nem interesse para o diálogo.
Há duas almas violentamente
despidas de sentimentos.

Se o amor acabou,
não existe mais respeito
nem cumplicidade,
nada mais é parte integrante
do relacionamento, salvo
os desagradáveis xingamentos,
É hora de dizer Adeus!

É hora de acondicionar
no baú das lamentações;
as mágoas, os bons momentos,
a tristeza dos filhos e o peso da separação.

Dizer adeus dói,
mas, dói muito mais
uma convivência onde
o amor se vestiu de ódio!

dinapoetisadapaz