Seguidores

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Sonhos de Estudante

Hoje acordei saudosa com estas memórias 
que me fazem tão bem!!
Gosto de rememorar meus sonhos!

Disciplina que amo, geografia
Estudá-la, foi algo fascinante, 
Nas incríveis viagens, sentia cheiro de maresia
Cenários bucólicos verdejantes,
O horizonte, os relevos, as fotografias
Era um convite à aquelas terras distantes.

Apetecia-me sonhar e andarilhar
pelas belas cidades do Brasil
e novos horizontes desbravar.
No meu pensamento juvenil,

Fui de uma cidade a outra,
cruzei pontes e avenidas,
hora no nordeste, noutra
Sul e sudeste, terras lindas!

Guarapuava (Conhecer era um sonho)
Lá já estive.


Aqui morei 14 anos!!
Meu sonho de consumo!


Era uma festa de luzes e cores
Em meu cérebro viajante
Aquele livro, era meus amores
Meu companheiro constante!

O efeito da leitura é marcante
O mundo em vários sentidos
Fica próximo mesmo distante
Foram muitos roteiros vividos!










segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Roberto de paula e Paulinho - Anjos de Deus




Em homenagem ao dia( 02 de julho) Dia do Bombeiro


Aos os homens do fogo e d’água
Que enfrentam qualquer perigo
Em prol da vida humana
E também da vida animal
Meu respeito e admiração.

A esses homens de bom coração
Grandes e destemidos heróis
Também habilidosos parteiros.
Quantas vidas trouxeram ao mundo,
Quantas vidas por eles foram salvas
Merecem portanto, grandes homenagens!!

Todo dia e a qualquer hora
Estão sempre disponíveis
Para atuar em qualquer ação
Vão á luta e ignoram o perigo,
ignoram raça, credo e posição social
a meta é Salvar qualquer vida
que esteja em  perigo.


Parabéns Bombeiros!!

dinapoetisadapaz


sábado, 9 de setembro de 2017

Colorindo a vida

Aos meus queridos e amados amigos (as) com carinho, desejo:
Bjux!



Minha maior alegria;
sua presença
adocicando meus dias.
Meu doce amor!

Quando lhe vi distante
retraída fiquei
senti o coração acidulado,
Corroído pela dor!

O amor voou,
como pássaro canoro,
afinou a garganta
foi cantar pra outro coração.

Agora, estou primavera,
deixo-me levar pelos ventos,
vestido de chita
cabelos esvoaçados,
vou colorindo a vida
esbanjando alegria.

Show tristeza!