Seguidores

terça-feira, 1 de maio de 2018

Recordações




Difícil é diluir as recordações aglutinados na memória.
 São vestígios de saudade em forma de coloridos retalhos
 que insistem em não desbotar, querem a todo custo ser parte de você.

Diná Fernandes

6 comentários:

  1. amiga, querida e devotada senhora enfermeira -rs...

    é verdade. nem sempre é fácil fazer desaparecer ou dissolver em algo, as recordações, as lembranças em nosso PC interior, mas com jeitinho e força de vontade, isso se consegue.

    A vida é feita de ondas paradas e outras, muitas, em movimento, mas nada que nós não possamos resolver e atenuar. a alegria, a autoestima e a vontade de vencer são fatores importantíssimos para o sucesso.

    como sempre, um pensamento lindo, forte e mto genuíno. Pois é, de da poetisa Diná Fernandes.

    Grata por tuas palavras e ralhete (RISOS) lá no blogue. eu não existo sem a escrita, minha doce e simpática amiga.

    beijinhos e bom feriado.

    ResponderExcluir
  2. Sim é assim e voce descreveu lindamente este sentir infinito

    ResponderExcluir
  3. Uma partilha que acaricia nossos corações com tantas verdades e reflexões.
    Abraços afetuosos!

    ResponderExcluir
  4. Hola, llegaste un día a mi blog pero nunca dejaste un comentario y Blogger lo pone dificil, casi imposible localizarte, pero al fin creo haber llegado a buen puerto, Te dejo un abrazo

    ResponderExcluir
  5. Lindo e profundo! Temos tantos retalhos...Que fiquem os mais coloridos! bjs, chica

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!